segunda-feira, 30 de março de 2009

( É COMO O AR ) Poesia de Anderson dos Santos, Publicada no Livro Menina Amor e Rima.

É COMO O AR

É p’ra mim como o ar

Estar a seu lado

È como o ar

Ouvir-te atento e calado

È como o ar

Fitar-te sem parar

È como o ar

Tratar-te com polidez

È como o ar

Que tu mereças nota dez

È como o ar

Ouvir você cantar

È como o ar

Que você esteja alegre

È como o ar

Que p’ra mim que não conheças o mau

È como o ar

Que a felicidade sempre lhe abrace

È como o ar

Que o amor lhe tenha bem

È como o ar

Que meu amor lhe convenha

È como o ar... Necessário.

(Anderson Santos)



Nenhum comentário:

Postar um comentário